O ESCLARECIMENTO COMO DESPERTAR MORAL DO HOMEM: DA MINORIDADE À RAZÃO.

Lucas Igreja Pereira, Antonia Caroline Lopes da Silva

Resumo


Este trabalho tem por objetivo explicitar as reflexões kantianas a respeito do esclarecimento tomando como base o
texto: "O que é o esclarecimento?" de 1783 e refletir as implicações resultantes desta concepção no que tange os
princípios morais e educacionais.Neste texto, Kant esboça seu conceito de esclarecimento baseado no principio da
liberdade. e este princípio deve ser entendido como característica apenas do estado civil. Para Kant, a saída do
homem do estado de natureza para a construção social é o eixo que o faz um animal no minimo estranho. Ao se
apresentar moralizado, o homem é agora, humano. Um ser detentor de liberdade, de escolha, e que precisa fazê-la sobre os domínios de sua

própria razão. A educação seria então o meio pelo qual o homem se constrói. O meio pelo qual se tona dono da sua
própria razão e se torna, assim, de fato, livre. Mostraremos que, na visão deste filósofo, a moralidade tem principio
no esclarecimento. Assim, destacaremos a atualidade desta percepção na proposta de uma "educação para o pensar"
que promova o exercício do esclarecimento.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.