O PROBLEMA DA DIGNIDADE E LIBERDADE NA RENASCENÇA EM: PICO DELLA MIRANDOLA

Juliana Rocha da Silva

Resumo


Os estudos a cerca do renascimento não são estudos mortos, mas são cruciais para compreensão da construção da
cultura europeia e sua disseminação. A importância de voltar a assuntos passados é para compreender a origem da
nossa cultura e os grandes problemas da modernidade. "Aqueles que não conseguem lembrar do passado - como
escreveu George Santayana - estão condenados a repeti-los", por isso conhecer sob quais ideais a humanidade se
ergueu é uma questão fundamental para qualquer tempo. A nossa pesquisa quer abordar o tema da liberdade e
dignidade em Giovanni Pico Della Mirandola, autor daquilo que foi definido como uma espécie de manifesto da
cultura europeia do século XV "o discurso sobre a dignidade humana". É necessário considerar as ideias
humanísticas de liberdade e dignidade humanas como fundamentais e revolucionárias para a Europa. Assim como,
salientar a importância destas ideias diante dos acontecimentos do século XX, refletindo especialmente sobre
fascismo italiano versus a construção dos ideais iluministas. Pico trata da liberdade e do poder do homem na
natureza e apesar de ter vivido no século XV seu pensamento é muito significativo atualmente, especialmente no
contexto político brasileiro. Pico, trás de volta aos homens à fé em si mesmos. Assim como, o ser humano é capaz
de ser medíocre, diz ele, também pode ser o mais extraordinário entre todos os seres.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.