O PROCESSO DE PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DIALÉTICO EM HEGEL

Vitor Lucas Cordovil dos Santos

Resumo


Este artigo objetiva discutir criticamente através de uma reflexão filosófica o processo de produção epistemológica
da filosofia dialética em Georg Hegel (1770-1831). A construção deste trabalho se baseou em uma pesquisa
bibliográfica, através da qual se apropriou das teses e ideias essenciais da Teoria Dialética formulada por este
eminente filósofo, os quais revolucionaram a maneira de ver a filosofia até então, como o Kantismo (doutrinas
referentes ao filósofo Immanuel Kant), nesta área de estudo. O grande avanço da Filosofia hegeliana, diz respeito às
novas conceituações sobre o objetivo final da Filosofia, o que abalaram fundamentalmente os alicerces desta
sapiência até então conhecida. Espero com este texto contribuir para o aprofundamento do debate filosófico sobre a
nova concepção metodológica da construção do conhecimento filosófico propiciado por Hegel e, ao mesmo tempo,
ratificar que os grandes filósofos e cientistas só reescrevem o seu nome na história da Filosofia e da Ciência quando
conseguem romper a metodologia tradicional que apresenta uma concepção estática e de descoberta do fato
filosófico enquanto fenômeno já dado, o que foi revolucionado pela nova concepção de filosofia de Georg Wilhelm
Friedrich Hegel.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.