UM CAMINHO PARA RELAÇÕES AFIRMATIVAS E EXISTENCIAIS: A ÉTICA EM MARTIN BUBER

Benedito Conceição Monteiro Neto

Resumo


Ética Este trabalho tem como objetivo apresentar a ética e a filosofia acerca das relações prático-social entre sujeitos
a partir da ótica de Martin Buber. Este, filósofo contemporâneo e judeu, elabora sua tese com base no
hassidismo(uma vertente judaica) e da relação com Deus, cuja finalidade reside no encontro com o Outro e na
preocupação com a vida em todo sua alteridade. Buber, por conseguinte, tece suas criticas ao condenar os seres
egóticos (aqueles que são incapazes de ver a totalidade do outro seres), por serem responsáveis pela dominação,
violência e ofuscamento do Outro, impossibilitando-os a sua manifestação existencial em sua totalidade. Desta
forma, Buber propõe as palavras-princípios das relações huamanas: Eu-tu e Eu-isso; e sugestiona uma relação do
encontro e do face-a-face através do diálogo e dialógico como meio de compreensão e transformação da realidade
em favor daqueles que não são vistos. Partindo em busca da comunhão, reciprocidade, atuação plena e autentica
entre os seres humanos.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.