DA INTERVENÇÃO ESTATAL A CRISE ECONÔMICA E SOCIAL: UM CONFRONTO EM FAVOR DA LIBERDADE

Denner Leão da Silva

Resumo


Este artigo resultante de uma pesquisa teórica, no campo da economia e da filosofia, tem como objetivo expor
Através das obras de Ludwig Von Mises e Murray N. Rothbard Permeados por outros pensadores defensores da
liberdade do individuo como Frederic Bastiat, F. W. Nietzsche e Ayn Rand investigando a intervenção estatal e
como ela pode ser prejudicial para a liberdade independente de seus motivos ou seus fins. Reapresentar conceitos
esclarecidos pelos libertários do século XX como a definição de imposto, neoliberalismo, inflação, estado e livre
mercado. Desenvolver e analisar até as ultimas conseqüências as idéias que toda e qualquer intervenção é menos
valorosas e efetivas que a simples livre iniciativa de civis em serviço para seus iguais. Que o que começa com leis
de proibição moral e pode ir até uma ditadura; e como a intervenção pode gerar crises financeiras e sócias.
Demonstrar que a intervenção é o mecanismo que a maquina estatal tem para se manter viva. argumentar o que
acontece quando intervenções não forem administradas de forma coerente.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.