A FILOSOFIA CONCRETA DE MÁRIO FERREIRA DOS SANTOS E A SUA RELEVÂNCIA PARA O CENÁRIO FILOSÓFICO DO SÉC. XXI.

Lucas Fonseca dos Santos

Resumo


O objeto deste trabalho é o sistema filosófico formulado pelo filosofo brasileiro Mário Ferreira dos Santos, chamado
Filosofia Concreta. Serão tratados os (1) fundamentos e justificativa deste trabalho,

(2) a metodologia da exposição de sua filosofia e (3) as críticas às filosofias negativistas que o autor faz. Este
trabalho tem sua justificativa em três fatos relevantes para a filosofia contemporânea: (i) a crise da filosofia, (ii) a
necessidade de uma síntese filosófica e (iii) a importância do sistema e do autor estudado, ainda muito pouco lidos.
Serão expostos os (a) fundamentos da Filosofia Concreta, (b) o Ponto Arquimédico de um filosofar apodítico, (c) as
vias demonstrativas e a dialética ontológica, que objetivam trazer a filosofia para um patamar cientifico. E por fim,
suas críticas ao (i) ceticismo, (ii) niilismo e (iii) agnosticismo filosófico. Sua importância para a filosofia, é que seu
sistema forma uma síntese relevante de quase todas as filosofias e sistemas já construídos na história e possui uma
pretensão ousada de fundar toda a filosofia sob um fundamento apodítico; e pela importância do autor, sendo Mário
Ferreira dos Santos um dos grandes filósofos brasileiros do século passado cuja obra abrange mais de 45 volumes de
sua Enciclopédia de Ciências Filosóficas e Sociais e somados à uma obra original na história do pensamento
filosófico brasileiro.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.