PÁTRIA EDUCADORA OU PÁTRIA PANÓPTICA?

Hildegard Susana Jung, Edite Maria Sudbrack

Resumo


O trabalho, de caráter teórico, reflete sobre o documento Pátria Educadora, proposta para qualificar o Ensino Básico brasileiro como obra de construção nacional. Ainda que temporariamente engavetado, o documento provocou intensa movimentação no meio acadêmico, pois surgiu pós-aprovação do PNE 2014-2024, quando o Ministério da Educação anunciava a finalização da Base Nacional Curricular. A pesquisa compila reações de educadores, especialistas e militantes, e discute a lógica empresarial na educação. Propõe uma educação emancipadora para o desenvolvimento da sociedade, levando a ser (ser feliz) e não somente ter (vencer na vida). A tarefa do Estado é o apoio e a confiança, e não o Estado de Guarnição, panóptico e auditor.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons