A opinião de professores sobre o ensino de matemática para alunos surdos

Hugo Carlos Machado da Silva, Pedro Franco de Sá, Maria do Perpétuo Socorro Cardoso da Silva

Resumo


Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa de campo que teve como objetivo analisar as opiniões de professores de matemática a respeito do ensino e aprendizagem da matemática por alunos surdos no cenário atual, estas foram cofrontadas com alguns estudos sobre o ensino de matemática para alunos surdos, bem como, com os escritos sobre a história da educação de surdos, estabelecendo assim um diálogo entre estes contextos. A pesquisa consultou 100 docentes de matemática, predominantemente da escola pública, por meio da aplicação de questionários que continham questões de aspectos informativos e metodológicos.O tratamento das informações produzidas foi efetivado através de comparações quantitativas abordando aspectos históricos e legais, as análises dialogam principalmente com os escritos de Quadros (2008), Perlin e Strobel (2006)," Maciel (2010) e Neves (2011) . Os resultados do estudo indicou que os docentes das escolas públicas ainda não se sentem preparados para situações de inclusão de alunos surdos nas aulas de matemática, atribuindo isso à diversos fatores, o que põe em evidência que o processo de inclusão ainda parece estar distante do que prevêm as politicas educacionais da atualidade,e dessa forma desvalorizam o histórico de lutas da comunidade surda que vê o previsto em lei não ser cumprido na prática, ou cumprido de forma parcial. Esses resultados incitam as reflexões para um atendimento educacional planejado, no almejo de satisfatório aproveitamento escolar.

Palavras-chave: Educação matemática. Educação de surdos. Opinião docente.

The opinion of teachers on teaching math to deaf students

This article presents the results of a field survey that aimed to analyze the opinions of teachers of mathematics concerning the teaching and learning of mathematics for deaf students in the current scenario, these were cofrontadas with some studies on teaching math to deaf students, as well as with the writings on the history of education of the deaf, thereby establishing a dialogue between thesecontexts. The survey consulted 100 teachers of mathematics, predominantlytementand public school, through the application of questionnaires containing questions ofinformational aspects and metodológicos.The treatment of the information produced was effected through quantitative comparisons addressing historical and legal aspects, analyses largely in dialoguewith the writings of Quadros(2008), Perlin; Strobel (2006), Maciel (2010) and Nevis (2011) .The resuldisseminates the results of the study indicated that teachers of public schools still do not feel prepared for situations of inclusion of deaf students in math class, assigning that to several factors, which highlights that the process of inclusion still seems estar distant than predict the current educational policies, and thus devalue the history of struggles of deaf community which sees the projected in law not be operationalised, or partially fulfilled. These results incite the reflections for an educational service planned, in satisfactory school utilization of longing.

Keywords: mathematics education; education of the deaf; teacher opinion.

"


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons