O professor e o armário: lugares de saber, poder e resistência na escola

Eliana Peter Braz, Jarbas Vieira, Denise Bussoletti

Resumo


Neste artigo apresentamos uma análise parcial de um trabalho que vem sendo desenvolvido através de uma pesquisa de abordagem qualitativa com professores gays de uma escola da rede privada de ensino de uma cidade ao sul do estado do Rio Grande do Sul. Na coleta dos dados utilizamos entrevistas individuais, semi-estruturadas e no processo de análise empregamos a perspectiva da análise textual temática. Enfocamos as relações de saber, poder e resistência no ambiente escolar através das negociações que os professores não heterossexuais fazem com a heteronormatividade. Abordamos a política e a identidade gay e lésbica, as relações entre a escola, a heteronormatividade e a atuação do professor, a discriminação e a homofobia na e para a escola, como também as negociações e o jogo das identidades verificados nesse contexto, ressaltando as implicações existentes entre o professor e a heteronormatividade/ heterorracionalidade. Concluímos defendendo, metaforicamente, o armário como um lugar de resistência, saber e poder, atestando o quanto os limites entre público e privado, conhecimento e ignorância sustentam as práticas discursivas na modernidade, permitindo rever a escola e seus lugares ocultados/ocultos pelo desejo e/ou pela realidade.

Palavras- Chave: heteronormatividade. Identidade gay e lésbica. Escola.

Teachers and wardrobe: knowledge, power and resistance place in the school

In this paper we present a partial analysis from work that has been developed through a qualitative study with gay teachers of a private school, in a city in the south of Rio Grande do Sul. In data collection, were used individual interviews, semi-structured and, in order to do the analysis process, we used the perspective of the text thematicanalysis. We focus on the relations of knowledge, power and resistance in the school environment through negotiations that the non straight teachers do with the heteronormativity. We approach the politics and the gay and lesbian identity, relationships between the school, heteronormativity and teacher work, discrimination and homophobia in and for the school, as well as the negotiations and the identities play that arise in this context, the implications of existing scoring between teacher and heteronormativity/ heterorationality. So, we conclud defending, metaphorically, the closet as a place of resistance, knowledge and power stating how the boundaries between public and private, knowledge and ignorance, sustain discursive practices in modernity, allowing to review the school and their hidden places, or hidden by the desire and/or reality.

Keywords: Heteronormativity. Gay and lesbian identity. School.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons