Currículo e Avaliação da Aprendizagem: a informalidade em questão

Cely do Socorro Costa Nunes, Carlos Jorge Paixão

Resumo


A incursão na vida diária de uma turma dos anos iniciais do ensino fundamental, durante um ano letivo em uma escola pública municipal localizada em Belém do Pará, Brasil, buscou investigar a relação entre o currículo e avaliação valorativa e disciplinar realizada pelos professores de maneira informal sobre as aprendizagens de seus alunos. O problema central revela-se pela seguinte questão: que apreciações avaliativas informais proferidas pelos professores emergem no currículo real? Utilizamos nesta investigação a abordagem qualitativa de pesquisa, privilegiando diversas técnicas de coleta de dados, entre elas, a observação em sala de aula. Elegemos como sujeitos principais desta investigação professores e alunos. Os dados mostram que grande parte das atividades realizadas em sala de aula, via de regra, eram propulsoras de um certo tipo de julgamento depreciativo enunciado pelos professores sobre as aprendizagens dos alunos, predominantemente feito em público, que revelava xingamentos, deméritos, ameaças, punições, induzindo a atitudes vexatórias, ao desprestígio, à humilhação dos alunos frente aos seus pares. Nas apreciações das professoras, raríssimos foram os juízos de valor positivos sobre as aprendizagens dos alunos. Constatamos também que estas apreciações eram carregadas de julgamentos preconceituosos, os quais anunciam práticas discriminatórias que vão sutilmente sendo conformadas no interior da escola como natural, reguladas pela imposição do medo por parte de docentes como forma de exercer o controle sobre o comportamento, monitorar as aprendizagens dos estudantes na sala de aula e marcar o ritmo do andamento do currículo. Em síntese, os dados ratificam a ideia do quanto é necessário que os docentes, ao materializarem um currículo, busquem superar tratos desiguais e preconceituosos, existentes, ainda, em suas práticas. Assim, como é necessário, também, para tal, que as escolas, supervisionem, orientem, avaliem a prática pedagógica dos professores tendo em vista melhorá-la, ambas constituindo-se indagações nucleares dos currículos para a melhoria das aprendizagens dos alunos.

Palavras-chave: Currículo, avaliação da aprendizagem.

"Curriculum and Learning evaluation: the informality in question

The goal of this study was to investigate the relationship between the curriculum and teachers’ evaluative and disciplinary informal assessment concerning students’ learning. The central problem was: what kind of informal evaluative appraisals emerge within the enacted curriculum? For that we immersed during a school in the daily life of a class of early years of elementary school year in a municipal public school located in Belém, Brazil. We used in this research a qualitative approach, and we have privileged various techniques of data collection, among them, classroom observation. We selected as main subjects of this research teachers and students. Generally speaking, data show that the activities performed in the classroom generated some kind of derogatory judgments concerning students’ learning. These judgments were enunciated publicly and were expressed by ways of swearing, demerits, threats, and punishments, inducing oppressive attitudes, humiliation of students in front of their peers and discrediting situations. Seldom teachers’ appraisals revealed a positive tone concerning students’ learning. It was also noted that these appraisals were loaded with prejudiced judgments which suggests discriminatory practices that will subtly be accepted in the school as natural. Besides, these discriminatory practices are regulated by fear imposition as a way to control behavior, to monitor learning and to mark the rhythm of curriculum progress. In summary, the data corroborate the idea that it is necessary that, when enacting the curriculum teachers seek to overcome unequal and prejudiced existing practices. Furthermore, it is necessary that schools supervise, guide, and evaluate the pedagogical practice of teachers in order to improve it, both being nuclear questions of the curricula for the best interest of students learning.

Keywords: curriculum, learning assessment.

"

"


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons