O lugar do trabalho para jovens egressos do Consórcio Social da Juventude

Mariléia Maria da Silva, Pâmela Regina Jung, Letícia Vieira

Resumo


O presente artigo tem como propósito refletir sobre os percursos profissionais de egressos do Consórcio Social da Juventude da Grande Florianópolis, programa vinculado ao governo federal com vistas à qualificação e inserção profissional dos jovens considerados em "situação de risco e vulnerabilidade social". Procuramos apreender as experiências e expectativas que configuram a percepção dos jovens egressos a respeito do universo do trabalho e sua condição de trabalhador. Buscamos ainda explicitar as possibilidades de inserção profissional para as jovens cuja experiência laboral dá-se em concomitância ao exercício da maternidade precoce. Os principais resultados indicam a fragilidade e precariedade a que estão sujeitos os jovens em relação ao trabalho, de maneira particular as mulheres, que vivem uma espécie de "moratória profissional", expressão da ausência de políticas universalistas, seja no campo da educação, seja no campo do trabalho.

Palavras-chave: jovens; trabalho, maternidade precoce.

The position of the work for young people graduated/qualified in the Consórcio Social da Juventude

"

This article proposes a reflection on professional career of young people who acquired some professional instruction in "Consórcio Social da Juventude da Grande Florianópolis", a program linked to the Brazilian federal government with view to training and occupational integration of young people considered at "risk situation and social vulnerability". We intend to capture the experiences and expectations that configure the perception of young people about the universe of the work and their condition as employees. We intend yet to clarify the possibilities of professional insertion to the young women whose laboring experience began at the same time with the early motherhood. The main results indicate the fragility and precariousness in which the young people are subject in relation to the work, especially the women, living a sort of "professional moratorium", expression of the absence of universal politics in the field of education and work.

Keywords: young people; work; early motherhood.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons