Questões sobre categorias, pesquisa qualitativa e construção do conhecimento em Ciências Humanas: interfaces no cenário da modernidade

Carlos Jorge Paixão, Ricardo Augusto Gomes Pereira

Resumo


Resumo

Este Artigo tem por objetivo expor questões preliminares sobre categorias de análise, estudo qualitativo e produção do conhecimento nas Ciências Humanas Moderna. Procuramos estabelecer as interfaces entre o conceito estruturado bibliográfico e a análise qualitativa poético-criativa que pode possibilitar a geração de novos conceitos e novas significações por meio do que é extraído pelo trabalho do pesquisador-criador, inventor de novas estéticas, mesmo quando parte da literatura acadêmica estruturalista, consolidada e paradigmática de nossas prateleiras da modernidade. As constatações advindas das análises da temática em discussão apontam à necessária categorização do dado empírico, que se renova com o movimento poético no qual as temáticas se configuram para além da análise-sintética resultante da combinação entre teoria e empiria, qualitativamente referenciada. Outro aspecto importante constatado é que não se escapa da lógica estrutural, após a planificação e projeção necessária de uma pesquisa no campo acadêmico-científico, mas é necessária uma resposta original, criativa e sensível de cada texto acadêmico concluído, sobre o qual o pesquisador é na medida de sua inventividade criadora, um gerador de novas estéticas.

Palavras-chave: Categorias. Pesquisa qualitativa em ciências humanas. Pesquisador-criador.

Questions about categories, qualitative research, and construction of knowledge in Human Sciences: interfaces in the modernity scenario

Abstract

This article aims to expose preliminary questions about categories of analysis, qualitative study, and knowledge production in the Modern Human Sciences. We try to establish the interfaces between the structured bibliographic concept and the poetic-creative qualitative analysis that can enable the generation of new concepts and new meanings through what is extracted by the work of the researcher-creator, inventor of new aesthetics, even when part of the structuralist, consolidated and paradigmatic academic literature of our shelves of modernity. The findings of the analyzes of the subject under discussion point to the necessary categorization of empirical data, which is renewed with the poetic movement in which the themes are configured in addition to the synthetic analysis resulting from the combination of theory and experience, qualitatively referenced. Another important aspect is that it does not escape structural logic after the necessary research's planning and projection in the academic-scientific field, but an original, creative and sensitive response is required from each completed academic text, about which the researcher is in the measure of its creative inventiveness, a generator of new aesthetics.

Keywords: Categories; Qualitative Research in Human Sciences; Researcher-Creator.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons