Educação ambiental e complexidade: potencializando as relações

Fernanda Freitas Rezende, Martha Tristão, Rosinei Ronconi Vieiras

Resumo


Este trabalho tem como objetivo dialogar com alguns conceitos propostos por Edgar Morin e suas relações com a escola e a Educação Ambiental. Busca a contribuição de importantes pensadores da educação para a complexidade e educação, acreditando que o encontro de ideias pode potencializar essas relações e, ao mesmo tempo, provocar outras possibilidades de pensar a Educação Ambiental dentro do contexto escolar. Propõe visualizar a Educação Ambiental como potência aos processos educativos, de forma a favorecer um espaço que permita a troca de experiências contextualizadas com o próprio cotidiano do sujeito, atravessando-o com possibilidades de contribuir para o estabelecimento de novas relações com o meio.

Palavras chave: Educação Ambiental. Complexidade. Escola.

Environmental education and complexity: enhancing relations

Abstract

This article aims to engage with some of the concepts proposed by Edgar Morin and his relationship with the school and environmental education. It searches for the contribution of important thinkers to complexity and education, believing that the meeting of ideas can enhancing these relationships and, at the same time, cause other possibilities of thinking about environmental education within the school context. It proposes to think environmental education as a power to the educational process, in order to favor a space that allows the exchange of experiences contextualized with the daily life of the subject, crossing them with possibilities to contribute to the establishment of new relations with the environment.

Keywords: Environmental Education. Complexity. School.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons