Do gênero textual dissertação escolar ao ensaio escolar: uma nota sobre essa transformação

Ricardo Santos David, Renato Santos David

Resumo


Resumo

Neste artigo, procuramos compor um quadro elucidativo das noções e justificativas que subjazem à histórica mudança de terminologia referente ao texto escrito opinativo produzido por aluno, a partir de um tema proposto pelo professor, no contexto do Ensino Fundamental e do Ensino Médio; antes, rotulado de dissertação; agora, denominado ensaio escolar. Procedemos a incursões à literatura de teorias de estudo da linguagem e do texto e comparamos dois paradigmas distintos: um mais antigo, de inspiração estruturalista, praticado por uma didática escolar de escrita com enfoque alicerçado no conceito de tipologia textual clássica, que usou o termo gênero textual dissertação escolar; outro mais recente, com aportes da Teoria dos Gêneros Textuais, implementado por uma didática escolar de escrita.

Palavras-chave: Teorias do texto. Tipologia textual. Dissertação. Gênero textual.

"

From the textual genre dissertation to the school essay: a note about this transformation

Abstract

In this article, we intend to compose an explanatory framework of notions and justifications that underlie historical change of terminology referring to written argumentative texts produced by students, based on a theme proposed by the teacher in Elementary and High School. Before, it was identified as dissertation, now, it is called school essay. We made incursions in theories that study language and text. We compared two distinct paradigms: an older one, structuralist-inspired, which is practiced by teachers whose focus is on the classical textual typology, which used the term dissertation; and a more recent one, grounded on the Theory of Textual Genres, implemented by teachers whose focus is centered on the concept of genre, employing the label school essay.

"

Keywords: Theories of text. Textual typology. Dissertation. Textual genre.

"


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons