Etnomatemática e construção naval: os saberes de geometria dos carpinteiros navais da Vila do Itapuá -Vigia/PA

Ligia Françoise Lemos Pantoja, Rodrigo Erasmo da Conceição Silva, Dulcilene Freitas Palheta, Silvia Maria Leal Albuquerque

Resumo


Neste artigo apresentamos os resultados de uma pesquisa de campo que trata da Etnomatemática nas regiões ribeirinhas, enfatizando a carpintaria na Construção Naval realizada por moradores da Vila do Itapuá - Vigia/PA. Tal pesquisa teve como objetivo investigar quais saberes matemáticos os carpinteiros navais possuem e aplicam na construção dos barcos e se são saberes oriundos da aprendizagem escolar ou se Etnomatemáticos, ou seja, gerados, organizados e difundidos na cultura de sua profissão." A pesquisa é de natureza qualitativa e foi realizada em dois estaleiros da Vila do Itapuá através de entrevistas com os mestres carpinteiros e observações durante a construção das embarcações. Obtivemos como resultados a percepção de que o conhecimento matemático dos mestres carpinteiros é oriundo de práticas diárias de seus trabalhos, decorrentes dos erros e acertos trazidos consigo ao longo dos anos de profissão.

Palavras-chave: Etnomatemática. Carpintaria Naval. Conhecimento Geométrico.

Ethnomatematics and shipbuilding: the geometry knowledge of shipwrights of Village Itapuá - Vigia / Pa

In this paper, we present the results of a field research that deals with Ethnomathematics in riverine areas, emphasizing the carpentry in the shipbuilding held by residents in Itapuá village - Vigia/PA. This study aimed to investigate which mathematical knowledges the shipwrights have and use in the construction of boats, and if this knowledge was acquired from the school learning or through Ethnomathematics, that is, generated, organized and disseminated in the culture of their profession. This research is of qualitative type, and it was carried out both through interviews with the master carpenters and observations during the construction of boats in two shipyards located in Itapuá village. We have obtained as results the perception that the carpenters’ mathematical knowledge come from the daily practice of their work, as a result of "mistakes and successful experiences brought with them over the years in the profession.

Keywords: Ethnomatematics. Naval Carpentry. Geometrical knowledge.

"


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Eletrônico: 2237-0315              ISSN Impresso: 1981-9269

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License

Licença Creative Commons