Prograd

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Cursos do CCNT

E-mail Imprimir PDF

 DESIGN – HABILITAÇÃO EM PROJETO DO PRODUTO

APRESENTAÇÃO 

O Curso de Design forma profissionais para desenvolver projetos de produtos industrializados, que participam do cotidiano do homem e colaboram com a sua qualidade de vida. Esses objetos abrangem produtos simples, sofisticados e complexos. O designer utiliza métodos de trabalho que envolve um conjunto de informações e conhecimentos de ordem tecnológica, ergonômica, psicológica, mercadológica, estética, econômica e cultural, gerando alternativas até o encontro de uma solução final para o produto e sua colocação no mercado consumidor. 

O objetivo do Curso de Design é formar profissionais capacitados a identificar as atuais e futuras potencialidades regionais e utilizá-las para o desenvolvimento de produtos manufaturados, com a proposta de agregar maior valor à matéria-prima local, utilizando todas as ferramentas da profissão. 

O Curso é seriado por blocos de disciplinas semestrais e tem 3.220 horas. A duração mínima de quatro anos e máxima de sete. 

ATUAÇÃO 

O Bacharel em Design poderá atuar em empresas públicas ou privadas e também como profissional liberal, sendo empreendedor e criando seu próprio negócio. As áreas de atuação do designer são: Móveis, Artesanatos, Moda, Embalagem, Jóias e Gráfico.

 

Projeto Pedagógico 2011: Baixe aqui!

Projeto Pedagógico 2016: Baixe aqui!


 

 

TECNOLOGIA DE ALIMENTOS 

RESOLUÇÃO DE RECONHECIMENTO Nº 320 DE 15 DE MAIO DE 2014

APRESENTAÇÃO 

O Curso de Graduação em Tecnologia de Alimentos é um curso de nível superior ofertado em Belém e nos Campi de Castanhal, Salvaterra, Cametá, Marabá e Redenção. O Curso Graduação de Tecnologia de Alimentos possui duração mínima de 3,5 (três anos e meio) e carga-horária total de 2857 horas, divididas em disciplinas obrigatórias, estágio supervisionado, trabalho de conclusão de curso e atividades complementares. Apresenta uma proposta inovadora para o desenvolvimento das cadeias produtivas frutícolas, do leite, de carnes, tubérculos, mel e pescado, buscando promover a qualificação de profissionais para atuar em indústrias alimentícias, instituições de ensino e pesquisa e em atividades de extensão voltadas para a agricultura familiar. 

Assim, o curso de graduação em Tecnologia de Alimentos vem contribuir para a formação de mão-de-obra qualificada para atuar nos mais diferentes seguimentos do setor alimentício, incentivando o desenvolvimento de produtos e tecnologias que possam agregar valor a matérias primas regionais, conferindo-lhes confiabilidade e a competitividade tão desejada. 

PERFIL PROFISSIONAL 

O Curso se propõe a orientar e fornecer os conhecimentos específicos para que subsidiem a elaboração, conservação e aproveitamento máximo de produtos alimentícios para a industrialização e preparo, aplicando conhecimento de técnicas e operações de natureza física, química e biológica, sem negligenciar a percepção de que o processo econômico deve servir-se da natureza, considerando os limites que a própria natureza impõe ao processo produtivo. Nesse contexto, o profissional procurará sempre promover o total aproveitamento de matérias-primas oriundas do setor agrícola, pecuário e pesqueiro. 

Ao final de sua formação, o Tecnólogo de Alimentos estará apto ao desenvolvimento, aplicação e difusão de tecnologias voltadas para o setor alimentício, podendo atuar no ensino, pesquisa, extensão e indústria tanto como agente quanto gerentes em processos produtivos relacionados à produção alimentícia. 

ATUAÇÃO 

O mercado para o profissional formado em Tecnologia de Alimentos é crescente promissor. As áreas de atuação concentram-se em indústrias alimentícias de produtos de origem animal e vegetal; empresas de armazenamento e distribuição de alimentos; instituições de pesquisas científicas e tecnológicas; instituições de ensino que trabalhem na área de Tecnologia de Alimentos; empresas dedicadas à manipulação e comércio de produtos alimentícios como padarias, restaurantes, hotéis, supermercados, frigoríficos, cozinhas industriais e hospitalares; órgãos públicos; prestação de serviços técnicos especializados; laboratórios de análises físico-químicas, sensoriais e microbiológicas; inspeções sanitárias e empresas de consultoria. 

QUALIDADES DESEJAVEIS PARA O VESTIBULANDO 

Para um bom desempenho durante o Curso, o aluno interessado em cursar Tecnologia de Alimentos deverá gostar de química, física e biologia, disciplinas que servirão como base para um bom entendimento das disciplinas específicas de produtos de origem animal e vegetal. Deverá ser uma pessoa curiosa, observadora e crítica, além de estar sempre disposta a inovar e encarar desafios. Espírito de liderança e capacidade de trabalhar em equipe serão características desejáveis e poderão ser trabalhadas durante o Curso. 

Projeto Pedagógico: Baixe aqui!


 

 

engenharia florestal

RESOLUÇÃO DE RECONHECIMENTO Nº 319 DE 15 DE MAIO DE 2014

APRESENTAÇÃO 

O Curso de Graduação em Engenharia Florestal do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia – CCNT, da Universidade do Estado do Pará (UEPA), é ofertado em Belém e nos Campi de Paragominas e Marabá. Possui duração mínima de 5 anos e uma carga horária total de 3.793 horas incluindo disciplinas do núcleo básico, núcleo profissional, trabalho de conclusão de curso, estágio supervisionado e atividades complementares.

Apesar de existirem outros Cursos de graduação em Engenharia Florestal na região, o Curso de Engenharia Florestal oferecido pela Universidade do Estado do Pará apresenta projeto pedagógico diferenciado e inovador. Além das competências tradicionais comumente trabalhadas nos Cursos de Engenharia Florestal, o projeto procurou diferenciar-se dos demais, com a inserção de disciplinas de tecnologia da madeira e industrialização e processos industriais madeireiros que permitirão ao egresso uma visão mais ampla da cadeira produtiva florestal indo da floresta aos produtos acabados de base florestal. 

PERFIL PROFISSIONAL 

O Engenheiro Florestal formado pela Universidade do Estado do Pará possuirá, ao final de sua graduação, sólida formação científica e profissional geral que possibilite absorver e desenvolver tecnologia; capacidade crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade; compreensão e tradução das necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação aos problemas tecnológicos, socioeconômicos, gerenciais e organizativos, bem como utilização racional dos recursos disponíveis, além da conservação do equilíbrio do ambiente; e capacidade de adaptação, de modo flexível, crítico e criativo, às novas situações. 

ATUAÇÃO 

O engenheiro florestal tem campo de atuação na área pública, em atividades técnicas e científicas, em instituições de pesquisa e extensão, em institutos de proteção ambiental, nas prefeituras municipais e secretarias estaduais, agindo na fiscalização do cumprimento das leis ambientais. No setor privado, poderá atuar em companhias de reflorestamento, em indústrias madeireiras e moveleiras, em fábricas de papel e celulose, em projetos ambientais, em empresas de mineração e na recuperação de áreas degradadas, nas empresas de consultoria e como consultor autônomo, assim como em Organizações não Governamentais (ONGs) que têm requisitado muito esses profissionais, principalmente em trabalhos relacionados com a conservação do meio ambiente.

Entre as áreas de atuação do Engenheiro Florestal no Estado do Pará, destacam-se: 

MANEJO FLORESTAL E SILVICULTURA 

ECOLOGIA APLICADA 

TECNOLOGIA DE PRODUTOS FLORESTAIS 

QUALIDADES DESEJÁVEIS PARA O VESTIBULANDO

Para um bom desempenho durante o Curso, o aluno interessado em cursar Engenharia Florestal na gostar de química, física e biologia, disciplinas que servirão como base para um bom entendimento das disciplinas específicas nas áreas de silvicultura, manejo e tecnologia de produtos florestais. Deverá ser uma pessoa de espírito aventureiro, disposta a viajar e desbravar as regiões de potencial florestal do estado. Deverá ser observadora, curiosa e crítica, além de estar sempre disposta a inovar e encarar desafios. Espírito de liderança e capacidade de trabalhar em equipe serão características desejáveis e poderão ser trabalhadas durante o Curso. 

Projeto Pedagógico: Baixe aqui! 


 

 

ENGENHARIA AMBIENTAL

 APRESENTAÇÃO 

O Curso de Engenharia Ambiental envolve as áreas das Ciências Exatas e Naturais e também utiliza conhecimentos das Ciências Biológicas e Sociais. Destina-se à formação de técnicos de nível superior e pesquisadores, que tem a preocupação com os danos ambientais. A profissão veio ocupar seu espaço no mercado de trabalho como uma ferramenta eficaz para o estudo, compreensão e solução de problemas ambientais originados pela ação antrópica decorrente da produção de bens e serviços, disponibilizados à sociedade contemporânea. O Curso é seriado por blocos de disciplinas semestrais e tem 3.810 horas. A duração mínima de cinco anos e máxima de dez. 

ATUAÇÃO 

O Engenheiro Ambiental tem por função primordial planejar, gerir e executar ações mitigadoras que minimizem a deterioração da ambiência, de modo a assegurar a preservação da qualidade de vida. Sua formação o habilita a estabelecer estreitos diálogos, tanto para a troca de conhecimentos técnico-científicos e experiências, como no relacionamento com outras profissões tradicionais, o que lhe confere um importante papel na solução de questões interdisciplinares, tais como: controle da qualidade ambiental, gestão e tratamento de resíduos sólidos, poluição da água, ar e solo, saneamento, análise de riscos ambientais, energias renováveis e alternativas, gestão e planejamento ambiental, auditorias ambientais, gestão de recursos hídricos, recuperação de áreas degradas, etc. 

Esta formação profissional habilita o Engenheiro Ambiental, também, a intervir em diversos processos de produção, atendendo a imposições legais e tecnológicas e metodologias auxiliares disponíveis às ações corretivas ou preventivas, na apropriação de recursos naturais. O Engenheiro Ambiental pode atuar em empresas públicas ou privadas na gestão ou assessoria a projetos que objetivem a extração ou a transformação de recursos naturais.

 

Projeto Pedagógico: Baixe aqui! 


 

 

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 

APRESENTAÇÃO 

A Engenharia de Produção se dedica ao estudo, projeto e gerência de sistemas integrados de pessoas, materiais, equipamentos e ambientes, visando a melhoria da produtividade do trabalho, da qualidade do produto e da saúde das pessoas. 

Caracteriza-se por uma engenharia de métodos e de procedimentos, o que lhe permite abranger os mais diferentes ramos: de telecomunicações a agricultura, da administração a construção civil, do comércio aos serviços. O curso é desenvolvido a partir de nove grandes áreas: Engenharia do Produto, Projeto de Fábrica, Processos Produtivos, Gerência da Produção, Qualidade, Pesquisa Operacional, Engenharia do Trabalho, Estratégia e Organizações e Gestão Econômica. 

O Curso é seriado por blocos de disciplinas semestrais e tem 3.840 horas. A duração mínima de cinco anos e máxima de nove. 

PERFIL DO PROFISSIONAL 

O curso de Engenharia de Produção fornece subsídios necessários à formação básica e profissional tecnológica do aluno, oportunizando meios para o desenvolvimento de conhecimentos voltados para a administração de produção e atuação no segmento industrial, comercial ou de prestação de serviços. O objetivo é o desenvolvimento de projetos, a melhoria e a implantação de sistemas integrados que envolvam homens, materiais e equipamentos, especificamente na área de Gerência de Produção. 

ATUAÇÃO 

O Engenheiro de Produção pode atuar no planejamento, desenvolvimento de projetos, avaliação e controle de sistemas de produção, integrando homens, máquinas, economia e meio ambiente. Pode ainda exercer essas qualificações em empresas produtoras de bens industriais e agroindustriais (setores coureiro-calçadista, ouro e gemas, moveleiro, alimentos, leite, siderúrgico, construção civil, transporte, extrativismo mineral e produção primária), na área de serviços em geral (banco, hotéis, hospitais, sistemas de transporte, etc.) e instituições de ensino superior e pesquisa.

 

Projeto Pedagógico: Baixe aqui!


 

 

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS 

APRESENTAÇÃO 

O curso de Graduação em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas tem como objetivo formar profissional com perfil de Analista e Desenvolvimento de Sistemas que possa projetar e desenvolver software e aplicativos para empresas, além de desenvolver sistemas de informação e gestão de empresas.

O curso oferece consistente base teórica e prática em informática, focada em Tecnologia de Informação, permitindo que os futuros profissionais possam desenvolver atividades voltadas para as áreas de administração de dados e de desenvolvimente de sistemas para internet e dispositivos móveis e empreendedorismo. O Curso fuciona em regime de seriado por blocos de disciplinas semestrais, com duração total de 2470 horas e duração mínima de três anos. 

Ao final do curso o Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas poderá atuar em: 

- Análise e desenvolvimento de sistemas; 

- Análise de negócios e requisitos 

- Gerência das áreas de Tecnologia da Informação em Organizações (desenvolvimento de sistemas, web, rede de computadores, banco de dados, etc.); 

- Empreendedorismo na área de Tecnologia de Informação. 

O Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas poderá atuas em: 

- Empresas públicas ou privadas; 

- Como profissionais liberal; 

- Sendo empreendedor, criando seu próprio negócio. 

Projeto Pedagógico: Baixe aqui!

Última atualização em Qui, 26 de Abril de 2018 16:09  

Nós temos 22 visitantes online