A composição da equipe da PROEX/UEPA é constituída de quinze (15) pessoas com formações diferenciadas sendo duas (02) Doutoras nas áreas de Doenças Tropicais e em Educação; dois (02) Mestres em Educação e em Neurociências e Biologia Celular; quatro (04) graduados em História, Ciências Naturais - Biologia, Administração e Tecnólogo em Gestão Pública; quatro (04) acadêmicos em Direito, Pedagogia, e Gestão de Recursos Humanos.

Articula-se com a sociedade civil e a sociedade política e  os setores internos da  UEPA como os departamentos, os cursos, os núcleos, os centros e os grupos de pesquisa como, por exemplo, no  Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) com o  Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação Científica, Ambiental e Práticas Ambientais (NECAPS): criado em 1996 realiza ações de ciência, meio ambiente e saúde voltadas para a educação da juventude; Grupo de Práticas Educativas em Saúde e Cuidado na Amazônia (PESCA): desenvolve trabalhos de educação popular por meio da arte-educação nas áreas da música, dança e teatro; Núcleo de Educação Popular "Paulo Freire" (NEP): desenvolve ações de formação de educadores em diversos municípios do estado do Pará, vinculados ao Programa Vale Alfabetizar, patrocinado pela Associação Alfabetização Solidária (ALFASOL) e Fundação Vale; Grupo de Pesquisa Culturas e Memórias Amazônicas (CUMA): criado em 2003, atualmente é formado por setenta (70) profissionais, onde são desenvolvidos projetos relacionados às áreas de artes, memória e linguística;  Grupo de Pesquisa e Movimentos Sociais Educação e Cidadania na Amazônia (GMSECA) criado em 2006 com trinta (30) participantes entre professores – pesquisadores, estudantes de graduação, mestrado e doutorado com estudos referentes aos movimentos sociais, territorialidade, trabalho e religião.

As formas de articulação com o Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) perpassam pelo Núcleo de Desenvolvimento em Tecnologia Assistiva e Acessibilidade da UEPA (NEDETA), que realiza atendimentos a pessoas com deficiência, por meio de atendimentos e desenvolvendo novas tecnologias de acessibilidade; Núcleo de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação de Terapia Ocupacional (NUPETO), onde desenvolvem atividades para garantir uma vivência saudável para meninas de 6 a 12 anos incompletos, vítimas de abuso sexual.   

Atua também em articulação com o Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT) através da Rede de Incubadoras de Base Tecnológica da Universidade do Estado do Pará (RITU), que oferece soluções tecnológicas e de gestão para empreendimentos inovadores nascentes na Região Metropolitana de Belém-RMB, através do processo de incubação; do Laboratório de Educação Ambiental (LEA), onde desenvolve atividades e trabalhos de ciência, meio ambiente e educação ambiental por meio de campanhas, cursos, minicursos e oficinas de reciclagem, coleta seletiva, entre outros.