ÁREA DE CONCENTRAÇÃO E LINHAS DE PESQUISA

Área de Concentração: ENFERMAGEM NO CONTEXTO DA SOCIEDADE AMAZÔNICA
Concepção, desenvolvimento e avaliação de políticas em saúde, conectadas com as práticas de enfermagem, os fundamentos teóricos do cuidar e educar em saúde com vistas à otimização da assistência de qualidade à população amazônica. Valorização de aspectos epidemiológicos, históricos, sociológicos e antropológicos da saúde e enfermagem e a proposição de políticas articuladas aos princípios do SUS, concepções pedagógicas, estudos situacionais e práticas de enfermagem em saúde pública, valorizando a dimensão educativa no trabalho ou saúde.
Reflexão sobre os desafios apresentados pela globalização hegemônica e contra-hegemônica e a ética do cuidar. Os estudos devem ser guiados para propor discussões e programar ações juntos aos grupos populacionais e tradicionais da Amazônia, grupos de risco e devem direcionar-se à análise dos fenômenos do cotidiano da sociedade amazônica, urbana e rural-ribeirinha e sua relação com o ambiente, com vistas à qualidade do cuidado de enfermagem junto à sociedade Amazônica

 

LINHAS DE PESQUISA

Linha 1 - Enfermagem em Saúde Pública e Epidemiologia de Doenças na Amazônia

Linha 2 - Educação e Tecnologias de Enfermagem para o cuidado em saúde a indivíduos e grupos sociais

Objetivo: Analisar demanda e produção de processos de saúde-doença e cuidar em enfermagem; efetivar diagnósticos situacionais e das dinâmicas implícitas em múltiplos contextos da sociedade amazônica, de forma integrada aos serviços e trabalhadores de saúde e enfermagem, tendo como referência os princípios do SUS e o perfil dos processos endêmicos e epidêmicos na Amazônia, com vistas à proposição de mudanças no cuidado à saúde e programas de controle das doenças na Amazônia.
Objetivo: Estudar o processo educativo na formação do Mestre em enfermagem; Analisar aspectos e tecnologias para o ensino de Enfermagem; Elaborar e validar tecnologias em saúde e enfermagem; Integrar os estudos fundamentados nas bases teóricas e metodológicas do cuidar em enfermagem à pessoa e família no processo saúde-doença nas diferentes fases do ciclo vital, no contexto sociocultural da Amazônia e do Sistema Único de Saúde.

 

ESTRUTURA CURRICULAR

DESCRIÇÃO
O mestrado tem duração de dois (2) anos, o aluno precisa cumprir no mínimo 30 créditos, assim distribuídos em disciplinas:
Disciplinas
Créditos
Carga Horária
Obrigatórias
09
135h
Dissertação
06
90h
Eletivas
15
225h
Total
30
450h
 
As disciplinas obrigatórias serão ofertadas nas duas IES, nos seus respectivos campus (EEMB e EEM), por professores das respectivas instituições, mantida a articulação e comunicação entre os mesmos no que tange as estratégias de ensino e avaliação, ementas e bibliografias contidas no projeto do curso.
As disciplinas optativas também estão articuladas entre as duas IES, mas poderão ser ofertadas em uma ou outra segundo a disponibilidade dos professores em cada semestre do curso; os mestrandos poderão ter mobilidade entre as IES, mas não há previsão de custeio, podendo este ocorrer se algum projeto específico for contemplado com recursos para tal, o que também vale para a mobilização de professores.
 
MATRIZ CURRICULAR
DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS
CÓDIGO DISCIPLINA CREDITO C.H.
ENO01 Pensamento Contemporâneo e Pesquisa em Enfermagem 03 45
ENO02 Enfermagem e processos endêmicos no contexto Amazônico 03 45
ENO03 Metodologias de Ensino e Educação em Enfermagem 03 45
ENO04 Dissertação (*) 03 45

(*) Disciplina ofertada no 3° e 4° semestres

 

DISCIPLINAS ELETIVAS
CÓDIGO DISCIPLINA CREDITO C.H.
ENE01 Pesquisa e Pós-graduação em Enfermagem 01 15
ENE02 Fundamentos do Cuidado em Saúde e Teorias de Enfermagem 03 45
ENE03 Ética e Bioética em Saúde e no Cuidar-Educar em Enfermagem 03 45
ENE04 Práticas Culturais na Saúde-Doença entre Grupos Amazônidas 03 45
ENE05 Metodologia para Trabalhos Acadêmicos e Científicos 03 45
ENE06 Educação, Desenvolvimento Humano e Relações Intersubjetivas 03 45
ENE07 Métodos quantitativos aplicados à pesquisa em saúde 03 45
ENE08 Métodos qualitativos aplicados à pesquisa em saúde 03 45
ENE09 Tecnologias de Enfermagem para o Cuidado e Educação em Saúde 03 45
ENE10 Bases para o cuidado de enfermagem em saúde pública 03 45
ENE11 Práticas Coletivas e Políticas Públicas no Contexto do SUS 03 45
ENE12 Bioestatística 03 45
ENE13 Atenção à Saúde da Mulher 03 45
ENE14 Estágio de Docência I 03 45
ENE15 Seminário de Pesquisa I 03 45

 

EMENTAS

DISCIPLINA

MODALIDADE

C.H. / CREDITO

EMENTA

BASES PARA O CUIDADO DE ENFERMAGEM EM SAÚDE PÚBLICA

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Influência dos paradigmas na abordagem do processo saúde-doença e nas políticas e programas de saúde. Terapias não convencionais de assistência à saúde. A pessoa como centro. Relacionamento Interpessoal. Relação de ajuda. Humanização da Assistência e do Ensino na área da Saúde.

BIOESTATÍSTICA

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Estudo da Bioestatística como ferramenta a ser utilizada na compreensão e análise de métodos quantitativos e qualitativos de pesquisa nas áreas da Saúde e das Ciências Biológicas. Tal abordagem parte dos conceitos mais elementares de estatística e noções de modelos probabilísticos, estudo de populações e amostragem, teste de hipóteses, inferências estatísticas e apresentação tabular de dados. Visa, também, preparar o aluno para tópicos mais avançados de análise os quais serão partes de suas atividades como pós-graduando nesta área do conhecimento. Propõe lista de textos de Estatística Geral e utilização de programas informatizados.

ENFERMAGEM E PROCESSOS ENDÊMICOS NO CONTEXTO AMAZÔNICO

 

OBRIGATÓRIA

45 horas Créditos: 03

Aspectos teórico-metodológicos de avaliação em saúde pública. Contextos econômicos, políticos e sociais na organização de serviços e programas de controle de agravos e de processos avaliativos. Construção de modelos lógicos em avaliação e sua aplicação em programas de controle de doenças endêmicas. Cenário endêmico na Amazônia, evidenciando a interação entre aspectos epidemiológicos, sociológicos, antropológicos, econômicos e de organização de serviços de saúde, na produção e expressão particular desses agravos, em populações indígenas, caboclas e ribeirinhas.

ESTÁGIO DE DOCÊNCIA I

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Elaboração do programa de disciplina do curso de graduação em Enfermagem. Preparação de aulas e avaliações teóricas e práticas. Treinamento didático na referida disciplina. Desenvolvimento, análise e avaliação crítica de experiência de ensino. Investigação sobre aspectos do cotidiano escolar em curso de graduação. Desafios da formação de profissionais em saúde e enfermagem. Sistematização da experiência de Estágio de Docência I.

ÉTICA E BIOÉTICA EM SAÚDE E NO CUIDAR-EDUCAR EM ENFERMAGEM

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Leis, Decretos e Resoluções que envolvem a pesquisa com seres humanos e a profissão. Bases ontológicas e éticas da construção do conhecimento da enfermagem e demais áreas da saúde. Aspectos éticos em atividades de ensino, assistência e pesquisa que envolve os profissionais de saúde e os seres humanos. Direitos dos indivíduos em saúde. Princípios e situações da bioética em pesquisa com seres humanos.

FUNDAMENTOS DO CUIDADO EM SAÚDE E TEORIAS DE ENFERMAGEM

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Paradigmas de enfermagem. Teorias de enfermagem. O processo de cuidar em enfermagem, situação atual e perspectivas. O processo de enfermagem enquanto metodologia do cuidar. Estudo das diretrizes de cada etapa do processo de enfermagem. Estratégias de planejamento da assistência de enfermagem.

METODOLOGIA PARA TRABALHOS ACADÊMICOS E CIENTÍFICOS

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Revisão Sistemática da Literatura. Normalização dos trabalhos acadêmicos segundo a ABNT e Vancouver. Estrutura de trabalhos acadêmicos: elementos pré-textuais; textuais, introdução, desenvolvimento e conclusão; elementos pós-textuais; formatação gráfica; orientações de tarefas acadêmicas: seminários, comunicação oral e pôster. Redação de artigos científicos.

METODOLOGIAS DE ENSINO E EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM

 

OBRIGATÓRIA

45 horas Créditos: 03

Paradigmas educacionais e referenciais político-pedagógicos aplicáveis à educação no campo da saúde. Novos paradigmas em educação em enfermagem no Brasil. O profissional de enfermagem como agente educador. Diretrizes, currículos, competências e habilidades na educação em enfermagem. Planejamento e avaliação de ensino. Métodos e técnicas de ensino. Educação Permanente em Saúde.

MÉTODOS QUALITATIVOS APLICADOS À PESQUISA EM SAÚDE

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Estudo e discussão de características específicas do processo de investigação qualitativo e das diferentes abordagens teórico-metodológicas que fundamentam a pesquisa qualitativa em saúde e enfermagem. Bases teóricas e filosóficas do estudo qualitativo. A construção do objeto de estudo. A escolha do método e instrumentos de investigação. Validade e confiabilidade em pesquisa qualitativa

MÉTODOS QUANTITATIVOS APLICADOS À PESQUISA EM SAÚDE

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Projetos de investigação quantitativa: bases, tendências e perspectivas metodológicas. Aprofundamento teórico-metodológico para o desenvolvimento de pesquisas em saúde e enfermagem. Estratégias de coleta e análise de dados quantitativos.

PENSAMENTO CONTEMPORÂNEO E PESQUISA EM ENFERMAGEM

OBRIGATÓRIA

45 horas Créditos: 03

O discurso sobre as ciências e os paradigmas na modernidade. Enfoques teórico-filosóficos. Concepção e desenhos de projetos de pesquisa. O rigor metodológico. O relatório e sua avaliação. O conhecimento confiável e a pesquisa em enfermagem. Aspectos epistemológicos da pesquisa em enfermagem.

PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

 

ELETIVA

15 horas Créditos: 01

Marcos da pesquisa e pós-graduação em enfermagem no Brasil e América Latina. Contribuição da ABEn-CEPEn para a pesquisa em enfermagem. Sistema Capes-Qualis: avaliação de cursos, periódicos e eventos. O curso de mestrado associado de enfermagem UEPA-UFAM. A enfermagem no CNPq e CAPES.

PRÁTICAS COLETIVAS E POLÍTICAS PÚBLICAS NO CONTEXTO DO SUS

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Políticas sociais no Brasil. A formação do Estado do Bem-Estar brasileiro. As políticas de saúde no Brasil. Bases conceituais da Reforma Sanitária brasileira. O Sistema Único de Saúde. A crise no sistema de saúde mundial. A produção de saúde como novo paradigma. Produção social da prática profissional em saúde e enfermagem. A Enfermagem no contexto das transformações do mundo do trabalho. Políticas de saúde no Brasil, desenhos tecno-assistenciais, e o trabalho em saúde e enfermagem.

PRÁTICAS CULTURAIS NA SAÚDE-DOENÇA ENTRE GRUPOS AMAZÔNIDAS

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Diferentes orientações nos estudos culturais. Estudos etno-orientados e etnoenfermagem. Imbricação entre sistemas etiológicos e práticas terapêuticas em populações tradicionais da Amazônia; cartografia simbólica do cuidado e representações da doença e de sistemas terapêuticos; saber local; cuidado cotidiano de saúde entre populações da Amazônia.

SEMINÁRIO DE PESQUISA I

 

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Discussão coletiva sobre o planejamento e andamento dos projetos de dissertação, propiciando o detalhamento das exigências formais e metodológicas relacionadas a cada projeto, adequando-os às normas científicas e formais de um trabalho acadêmico. Articula estudo individual e em grupo visando aprofundamento de questões teórico-práticas de temas básicos e de enfermagem relacionadas à dissertação, sob a orientação de um professor

TECNOLOGIAS DE ENFERMAGEM PARA O CUIDADO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

Tecnologias tradicionais e emergentes de enfermagem na promoção da saúde. Bases paradigmáticas para a construção de tecnologias na área. Processos de criação, validação e aplicação de tecnologias. Educação em saúde frente a diferentes concepções de construção da consciência sócio- sanitária. A ponte entre educação e saúde como geradora do espaço para o exercício da cidadania na busca da qualidade de vida.

ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER

ELETIVA

45 horas Créditos: 03

O estudo das Políticas Públicas na Área Materno - Infantil. O estudo das Políticas Públicas e Saúde da Mulher. Avaliação de Serviços, Práticas e Tecnologias na assistência à saúde da mulher. Gestão e Planejamento Estratégico para a Saúde Materno-Infantil.

 

COORDENAÇÃO DE GESTÃO

A Coordenação de Gestão do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem tem uma Coordenação Geral, apoiada por duas Coordenações Locais e duas Secretarias Executiva e Local, nas Instituições envolvidas na Associação do Mestrado em Enfermagem, assim composta.

Coordenadora Geral - Profª Dra. Antonia Margareth Moita Sá ()

Coordenação Local/UEPA - Profª Dra. Laura Maria Vidal Nogueira ()

Coordenação Local/UFAM - Prof.ª Dra. Arinete Véras Fontes Esteves ()

Secretaria Executiva e Local/UEPA - Nelma Sueli Ramos (

APRESENTAÇÃO

INTRODUÇÃO

A Escola de Enfermagem Magalhães Barata, tradicionalmente conhecida na formação de enfermeiros no Estado do Pará e no Brasil há mais de 70 anos, oferece  também formação em nível de pós-graduação lato-sensu e stricto-sensu.

Em nível stricto-sensu criou-se o Programa de Pós-Graduação em Enfermagem vinculado ao Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da Universidade do Estado do Pará (UEPA) em Associação com a Universidade Federal do Amazonas (UFAM), através da Resolução do CONSUN n° 1832/2009 de 20 de março de 2009, sendo recomendado pela Coordenação de Pessoal de Nível Superior (CAPES) na 116ª Reunião do Conselho Técnico Consultivo (CTC) realizada no dia 24 de março de 2010, e reconhecido pela Portaria MEC 1398 de 13/12/2010, composto pelo Curso de Mestrado Acadêmico.

O Programa tem como área de concentraçãoENFERMAGEM NO CONTEXTO DA SOCIEDADE AMAZÔNICA e duas linhas de pesquisa: “ENFERMAGEM EM SAÚDE PÚBLICA E EPIDEMIOLOGIA DE DOENÇAS NA AMAZÔNIA” e “EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS DE ENFERMAGEM PARA O CUIDADO EM SAÚDE A INDIVÍDUOS E GRUPOS SOCIAIS”.

As vagas ofertadas em cada Instituição Associada (UEPA/UFAM) são preenchidas de acordo com os critérios de seleção estabelecidos em Regimento próprio, que ocorre anualmente, e estas se destinam aos graduados em Enfermagem.  

O Curso de Mestrado teve inicio em 2010, tem duração de dois (2) anos, e para integralizar o curso é necessário cumprir no mínimo 30 créditos, assim distribuídos: 15 em disciplinas obrigatórias e 15 em disciplinas eletivas. As disciplinas são semestrais e as aulas são ministradas diariamente, nos horários da manhã ou tarde alternadamente, obedecendo à carga horária de cada disciplina.

OBJETIVOS

a) Oportunizar a qualificação docente e formar pesquisadores em enfermagem para a Região Amazônica;

b) Produzir estudos e pesquisas em enfermagem, relacionados à realidade epidemiológica e cultural e, especificamente, à Região Amazônica; e

c) Possibilitar a construção de um referencial teórico-prático social e cultural em enfermagem na promoção à saúde, que subsidie políticas públicas na região com vistas à qualidade do agir cuidativo-educativo de enfermeiros (as) na e para a região.

PERFIL DO MESTRE EM ENFERMAGEM

a) Produzir conhecimentos acerca das necessidades de saúde da sociedade amazônica, no que se refere às suas condições e hábitos de vida, recursos de saúde disponíveis e utilizados, bem como das repercussões da organização do trabalho da enfermagem/saúde, na produção da saúde e comunidades/distritos sanitários saudáveis;

b) Selecionar, adaptar e prever estratégias para produzir, validar, aplicar e avaliar tecnologias de enfermagem/saúde para a produção de saúde;