Oficinas

Arrow
Arrow
Slider

As oficinas visam uma aprendizagem construída com base na ação, sem perder de vista a base teórica, construindo conhecimentos de forma ativa e reflexiva. Estas possuem o objetivo de oferecer noções básicas para a capacitação de estudantes de graduação e pós-graduação a partir das atividades de coleta, herborização, montagem, e registro do material botânico, desenvolvidas no herbário.

A oficina “Coleções Botânicas: Conhecimento e Valorização da Biodiversidade Amazônica” tem início com a apresentação inicial que versa sobre o tema “Coleções Biológicas”, com ênfase em “Coleções Botânicas”. Após esse momento, inicia-se o passo-a-passo da formação e gerenciamento de um herbário, ressaltando as atividades desenvolvidas, que envolvem os trabalhos em campo, e de incorporação ao acervo. Durante toda a apresentação é mantida uma interação com o público, sob a forma de indagações como “Qual a sua ideia inicial sobre o que são Herbários?” e contextualizações citando-se espécies vegetais muito presentes no cotidiano amazônico, a exemplo da Andiroba (Carapa guianensis Aubl.).

O prosseguimento da oficina vem com atividades práticas, que incluem: interpretação de tipologias de frutos, que envolve descrevê-los em relação à sua morfologia, com base em informações encontradas em literaturas específicas; registro no software Brahms, de gerenciamento de coleções botânicas; montagem de exsicatas que compreende a colagem e/ou costura das amostras em papel cartonado; e consulta a banco de dados botânicos. A oficina culmina com aula de campo na Área de Proteção Ambiental (APA) da Ilha do Combu, Belém-PA, ecossistema de várzea.

As oficinas costumam ocorrer no mês de janeiro e outubro, em dois dias integrais e são auxiliadas na organização por estagiários voluntários e bolsistas do herbário, curadoria e taxonomistas que acompanham o grupo.