Exsicatas

Arrow
Arrow
Exsicata de Mussaenda erythrophylla
Slider

A prática de prensar e secar plantas tem sido utilizada há cerca de 500 anos, e graças à essa simples técnica a maior parte das características das plantas permanecem visíveis. As poucas características que se perdem (coloração, odores, altura da árvore, tipo de vegetação) devem ser anotadas em fichas e campo e então adiconados às etiquetas da exsicata.

No herbário MFS as exsicatas são desidratadas em estufa e coladas em papel cartonado (30 cm x 45 cm), possuindo uma etiqueta com todos os dados de identificação do espécime e do ambiente em que foi realizada a coleta. As exsicatas constituem o principal tipo de coleção encontrada em herbários pelo mundo.

As exsicatas do Herbário MFS podem receber informações adicionais relacionadas ao seu estado de conservação e informações bioculturais, como usos medicinais e etnofarmacológicos pela comunidade em que foi coletada. As informações taxonômicas são verificadas, validadas e atualizadas seguindo as bases: Flora do Brasil 2020, The Plant List e Tropicos, saiba mais em Taxonomia.

A gestão da coleção inclui a coleta de material, secagem, prensagem, montagem, informatização e etiquetamento. Inclui também tramitar os diferentes empréstimos e intercâmbios com outros herbários e pesquisadores. As ferramentas de registro e documentação da coleção incluem livro tombo e sistema de gestão informatizado (Software BRAHMS, desenvolvido pela Universidade de Oxford especificamente para coleções botânicas), usado para gerenciar a coleção seccional de exsicatas e as coleções associadas de flores, frutos e sementes e plântulas.

Realize uma busca On-line do acervo de exsicatas do Herbário MFS em diferentes bases de dados.

Saiba mais sobre como preparar uma exsicata

Informações sobre preparação de exsicatas podem ser obtidas no “Manual de procedimentos para herbários“, do INCT Herbário Virtual da Flora e dos Fungos e na publicação “Coleções botânicas com enfoque em herbário“, da Universidade Federal de Viçosa. Acesse também nossa Biblioteca.
Veja abaixo demonstração das etapas de montagem de uma exsicata: escolha do material, colagem na cartolina, etiquetagem e tombamento seguindo procedimentos adotados no Herbário Rioclarense da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (HRCB).