Retorno da pesquisa etnobotânica no Centro de Unificação Rosa Azul (CURA)

As pesquisas etnobotânicas e bioculturais realizadas pela equipe de trabalho do herbário (MFS) Profa. Dra. Marlene Freitas da Silva da Universidade do Estado do Pará (UEPA) podem resultar em atividades diversas, que buscam atender as necessidades das comunidades onde os estudos acontecem.  O CURA é um centro de celebração da força do vegetal e que muito tem colaborado para o entendimento da força positiva da natureza na melhora integral do ser humano.  O CURA e herbário MFS trabalharam no tema de dissertação do Mestrado em Ciências Ambientais da UEPA “Bioculturalidade em contexto amazônico: o uso terapêutico das plantas de poder”, que teve como retorno atividades em educação ambiental e cuidados com o espaço do centro. Na área verde do CURA foi elaborada uma trilha que identificou as espécies vegetais por meio de placas e cartilha informativa. O momento foi de integração entre universidade e sociedade, e de experiências compartilhadas. A participação dos bolsistas do herbário foi motivadora para integrá-los à dinâmica das pesquisas bioculturais.

%d blogueiros gostam disto: