PRODUÇÃO DE ESPAÇOS PRECÁRIOS NA AMAZÔNIA PARAENSE: centralidade, violência e escola

Willame de Oliveira Ribeiro, Aiala Colares de Oliveira Couto, Carlos Jorge N. de Castro, Clay Anderson Nunes Chagas (Org.)

“Na Amazônia paraense, a produção de espaços precários é notável nas diversas realidades particulares. Está presente em espaços mais assinalados por permanências do que por mudanças, com predominância de tempos lentos e modos de vida tradicionais, onde prevalece um capitalismo mercantil, com fortes desigualdades socioespaciais, exploração do trabalho, pobreza, entre outros aspectos caracterizadores da precariedade. A escola também é foco da precarização socioespacial. A precariedade na escola e no ensino são fatores que impulsionam fenômenos como: evasão escolar, manifestação das mais variadas formas de violência, baixo desempenho e desestímulo ao trabalho docente e do corpo técnico pedagógico da escola.”

O livro “Produção de Espaços Precários na Amazônia Paraense: centralidade, violência e escola”, fruto das investigações do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UEPA, apresenta elementos expressivos da manifestação da precariedade a partir de pesquisas realizadas em espaços urbanos de municípios do Pará, sob os eixos temáticos da centralidade intraurbana, da violência e da escola. 

ISBN978-65-88106-48-8
Páginas304
Valor De R$ 60,00 por R$36,00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =