Evangélicos e Pentecostais: além de suas fronteiras na América Latina

Dario Paulo Barrera Rivera, Donizete Rodrigues, Manoel Ribeiro de Moraes Júnior (Org.)

O livro “Evangélicos e Pentecostais: além de suas fronteiras na América Latina”  inicia-se com o capítulo “La transnacionalización de la religión Israelita del Nuevo Pacto Universal en América Latina”, em que Lucía Meneses e Paulo Barrera enfocam um movimento religioso que se autodenomina Misión Israelita de Nuevo Pacto Universal. A investigação requereu dos pesquisadores uma inovação conceitual para uma abordagem sobre algo que vai um pouco além do que seja “evangelico”.

No trabalho seguinte, “O pentecostalismo nas terras de Rondon: uma análise sociológica a partir dos dados censitários”, César Portantiolo Maia e Donizete Rodrigues tecem um cenário do pentecostalismo em Rondônia, estado federativo do Brasil, a partir de uma revisão bibliográfica e dados estatísticos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em “El movimiento Con Mis Hijos No Te Metas: ¿una corriente político-religiosa o un exorcismo colectivo?”, Véronique Lecaros analisa um movimento social que confronta as políticas de igualdade de gênero e, em meio a esta batalha campal, evoca uma comoção ética cristã com apoio de líderes políticoevangélicos, associando as políticas de igualdade às campanhasde fomento à homossexualidade.

O quarto texto tem como título “Jovens Evangélicos e Política: Compreensões de Estudantes. Universitário da AGEUP/PERÚ”, um trabalho assinado por Frank Antonio Mezzomo, Cristina Satiê de Oliveira Pátaro e Paulo Barrera Rivera. A pesquisa enfocou o perfil religioso, político, teológico e econômico dos discentes de instituições públicas e privadas de ensino superior do Perú, que são associados à Asociación de Grupos Evangélicos Universitarios del Perú (AGEUP).

No capítulo “A Festa e suas Reinvenções Discursivas entre Pentecostais: Olhares a partir do Amazonas”, o enfoque investigativo de Diego Omar da Silveira esclarece a chegada e o crescimento da expressão religiosa dos evangélicos à cidade de Parintins – a segunda maior cidade do Amazonas. Em passos seguintes, o autor apresenta as maiores expressões culturais e festivas do município amazonense e, ao mesmo tempo, o modo como os integrantes das igrejas evangélicas reagem a essas expressões regionais tão importantes para o desenvolvimento socioeconômico para a região.

No capítulo seguinte “Batistas Brasileiros e sua Experiência Migratória ao Canadá”, André Paes conduz uma investigação sobre comunidades evangélicas que revela como algumas igrejas são agregações de fiéis de uma mesma nacionalidade, transformando a comunidade de fé em algo que ultrapassa a concepção de uma agência religiosa.

O capítulo final é o de  Kelly Thaysy Lopes Nascimento, “Evangélicos Brasileiros em Orlando no Século XXI”, e traz a investigação sobre o papel sociorreligioso de duas igrejas evangélicas na cidade de Orlando, nos Estados Unidos.

ISBN978-65-88106-04-4
Peso325 g
Formato15 x 20,7 cm
PreçoDe R$ 40,00 Por R$24,00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =